segunda-feira, 11 de maio de 2015

UM TOQUE MÁGICO


Você compreende o que é olhar para trás e rir pra dor?
Não rir dela... Mas sorrir pra ela como se fosse um encanto
Pois foi nela que por fim aprendi a perder um grande amor
E foi com ela que consegui superar e abafar meus prantos
Minha alma dantes sofrida, inquieta sem quase nada entender
Hoje se acomoda sem reclamar das intempéries da vida
Mas eu tenho consciência que fosses o melhor onde pude viver
Meus melhores momentos de forma calma ou mesmo atrevida
Já não olho pra trás buscando o que por mim foi tão amado
Pois nada na vida é de todo bom ou ruim...nos serve de exemplo
E já não espero aplacar qualquer sentimento que tenha ficado
Pois tenho guardado na alma lembranças desses ricos momentos
Que repouse em meu coração os sonhos mais belos e desfeitos
Que tempo algum consiga ofuscar ou deixá-los no esquecimento
O que me ensinaste gravei na memória e guardo dentro do peito
O melhor lugar para abrigar todas as lembranças desses momentos
Sonhar por esse amor já não o faço, afinal tudo foi pura ilusão...
E toda ilusão um dia acaba mesmo que não se aceite ou queira
Mas entendi que não se chora por todo bem guardado no coração
Então que viva em mim as lembranças sérias e outras zombeteiras
Que eu não me sinta feliz... Mas que traga no sorriso e no olhar, paz
Que eu perceba o brilho da vida e um toque mágico a cada novo despertar
Que eu aprenda a transmitir o melhor que em mim exista e eu seja capaz
Afinal não é todo mundo que possa dizer amei ou fui amada... Sem chorar

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios