terça-feira, 27 de janeiro de 2015

PENSANDO BEM



Desde criança eu sempre ouvi um ditado assim
"não se deve chorar sobre o leite derramado
Mas só hoje percebi o que fiz e bem mais a mim
Ao tentar ser realista, apenas o deixei magoado

Acredito que precisavas ouvir umas verdades
Mas não cabia a mim fazê-lo... Eu era teu apoio
Mas agi num impulso movida por outra realidade
Hoje eu até me julguei nada mais que o próprio joio

Confiavas tanto em mim que nem mesmo percebias
O quanto me era difícil suportar aquela situação
E aos poucos tirei de mim qualquer vestígio de alegria
Por ti emudeci por completo os sentimentos no coração

A preocupação (mesmo que tu não quiseste) aumentou
Dormir pra mim, já não passava de mais uma ilusão
Em teu mundo foste te fechando, o que me preocupou
Havia momentos em que me parecia esqueceres da razão

As notícias escassearam e tua ausência se fazia notar
Sabias das minhas preocupações, mas parecias não entender
Me vi obrigada a te sacudir, mas falhei ao querer mostrar
Que o mundo não girava em torno de ti,errei muito ao te dizer

Na minha estupidez esqueci teus motivos e tantas razões
Fui dura e nem sequer contemporizei... Apenas o magoei
Seguiste ao pé da letra meu duro desabafar de emoções
Hoje bem sei que te perdi, perdi o amigo que tanto prezei

Ninguém no mundo é perfeito e sabes disso melhor que eu
Mas se fazia necessário fazer-te entender esse meu lado
Sou humana com defeitos, talvez bem mais que os teus
Mas enquanto eu viver, sempre o amarei, mesmo separados

Pensando bem...Um dia, quando a mágoa já tiver dissipado
Lembrarás de todos aqueles nossos edificantes momentos
E se dessa vida eu ainda não tiver partido, estarei no aguardo
Para rirmos mais um pouco, de todos os instantes modorrentos


Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios