quinta-feira, 4 de outubro de 2012


A TUA AMIZADE

Evanir, foi a minha dor que nos uniu
Eu confesso que por isso não esperava
Quando eu vi que o meu sonho maior ruiu
Foi quando vi que tudo pra mim se desencantava


Mas chegasses... Com um encanto tão meigo
Aos poucos começasses a me confortar
E a tua amizade veio suavemente e do jeito
Que naquele momento eu só poderia desejar

E essa amizade surgida num crucial momento
Foi como um recado vindo pra me reanimar
E perdida nos mais lindos e felizes momentos
Através do teu carinho comecei a me levantar

Obrigada Evanir... Hoje me és tão cara
És um presente que a vida me enviou
Por cada palavra lhe serei eternamente grata
És o bálsamo que de muito longe alguém enviou


Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios