sexta-feira, 27 de abril de 2012

ENTRE NÓS




Hoje trago no rosto a sombra do cansaço
Das muitas noites insones pensando em ti
Relembrando nossos momentos e cada afago
Que com loucura sempre me fizeste sentir


Se fecho os olhos te imagino ao meu lado
Contemplando este corpo que um dia foi teu
este mesmo corpo que não reteve o cansaço
Antes, aguardo ansiosa pelo que já foi meu


Não busco apenas esse tempo reviver
Quero-te bem mais do que realmente pensas
E isto é algo que eu sei não consegues entender
Mas foi por esse amor que  revi  minhas crenças


E esquecendo o espelho de todas as verdades
Abro os braços esperando-o por fim regressar
Pra vivermos juntos  as experiencias da nossa idade
E descobrirmos o quanto ainda podemos nos amar


E será uma entrega livre sem culpas nem pudor
Mitigando essa saudade que é apenas nossa
Precisamos viver toda a loucura desse amor
Não só hoje, mas que sempre a gente possa


E teremos  na  força desse nosso amor realizado
Um saciar de desejos no tempo já tão reprimido
Te amarei como eu sei que gostas de ser amado
E viveremos esse amor sem que nada seja proibido



Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios