sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Crescente Sentimentos


Hoje o dia amanhceu até bastante nublado
E sem demora eu pude ver uma chuva copiosa cair
Talvez seja a natureza que chora o que tenho chorado
Quando senti as tuas lembranças de mim se esvair

Foram tantas noites tristes e amarguradas
Que no meu desespero não conseguia entender
Mas eu sentia que esses muitos momentos calados
Não levaria pra sempre as lembranças de você

Nesse instante sinto uma certa paz a mim chegando
Ela sabe que não há nenhuma outra forma d'eu viver
Que não seja a cada momento poder ficar relembrando
Cada uma das loucuras que eu pude desfrutar com você

E agora são sete horas e vinte minutos dessa manhã
Dia quatro desse esperançoso mes de dezembro
Que eu finalmente posso dizer num agradável afã
Que minha alma continua aconchegada aos teus braços

Nunca imaginarás quão grande era o meu desgosto
De não conseguir pensar nas coisas que me aconteceram
E senti um crescente sentimento, as vezes quase louco
Pois eu não aceitava que no tempo meus sonhos se perderam

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios