quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Pequena Semente


Ouço meu pensamento num sussurro
As lembranças sem pressa me chegam
E o meu coração como num casulo
Se libertam e meus sonhos vicejam

E como um cumplice em louco desatino
Meus pensamentos despertam algo mais
E sinto como foi cruel o meu destino
Pois só fazer-me infeliz ele foi capaz

E percebo que a maior das minhas dores
Foi não ter tido um verdadeiro amor
Este,que não me faria desejar outros amores
Nem me faria sucumbir em meio a tanta dor

E este amor que me chegou, assim, de repente
E bem mais de repente tristemente também se foi
Se foi... Mas deixou-me uma pequena semente
Que num belo fruto veio a se transformar depois

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios