domingo, 29 de maio de 2016

Não dá pra acreditar


CRÔNICA
Ontem aconteceu algo que me deixou  abismada... À noite um morador aqui do residencial 
tocou a campainha do meu apartamento, ao abrir a porta ele exclamou:
- Tem uma gatinho miando dentro do motor do carro do seu esposo.
Eu saí e fui conferir, ao chegar no estacionamento escutei os miados aflitos, voltei às pressas 
e chamei meu esposo, ele pegou a chave do carro e foi comigo até o estacionamento.O vizinho 
havia permanecido ao lado do carro.
Meu esposo abriu a tampa do motor e lá estava o gatinho. Enfiei a mão e consegui tirá-lo de lá. O espantoso dessa história? É que ele veio da Paraíba e não caiu nem morreu... Como seria de se esperar. Meu esposo ficou incrédulo sem acreditar no que estava vendo, examinou o gatinho e viu ser uma gatinha,  ele dizia sem parar... É impossível ser a minha gatinha, ela não resistiria, andei centenas de quilômetros hoje, ela não suportaria, é muito quente... E repetia... 
- Eu a deixei no quintal de casa comendo, não pode ser ela... Não pode...
Hoje, antes de voltar pra Paraíba, pegou a gatinha, colocou no viajante e disse: - Quando eu chegar em casa, ( ele trabalha em outro estado) direi a você que não é a minha gatinha... E viajou completamente bobo com a situação.
À noite, ao chegar em casa, me liga, como é de costume, e fala estupefato... Era mesmo a minha gatinha... Aqui no quintal só estava a gata mãe e dois filhotes, faltava uma gatinha...Sem dúvida Deus cuidou dela direitinho...

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios