terça-feira, 3 de março de 2015

SONHOS INACABADOS


Eu queria conseguir acreditar realmente
Que eu ainda haverei de ser muito feliz
E seria tão bom acreditar simplesmente
Nas palavras que um amigo assim me diz
Talvez estivéssemos a falar de felicidades diferentes
E até confessaste ter sido difícil chegar onde estás
Mas reafirmo e até me sinto um pouco intransigente
Mas felicidade, hoje pra mim, é igual a: Aqui ficarás
Não tenho projetos ambiciosos... Nem deveria...
Minha alegria consiste em sonhos inacabados
E se isso continua... Me resta passageiras alegrias
E a certeza de que meus sonhos ficaram inacabados
Muitas coisas na vida são de fato impossíveis de ver
Seria a paz em definitivo reinando sobre o mundo
Eu ter realizado meu maior sonho VIDA... Ter você
E poder dizer sem medo, sou feliz... de modo profundo
Pensei muito no que me escreveste menino amigo
Mas confesso que apenas um teu pedido hei de fazer
Dar essa outra forma à tristeza. Um jeito que faz sentido
É rasgando a alma e deixá-la sangrar apenas ao escrever

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios