sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Mergulhar No Passado


Para o meu hoje vivo a criar fantasias
Alimentando minha companheira, a solidão
Pois já nada mais me resta... Nem a alegria
Tem conseguido visitar o meu pobre coração

E perdida, não encontrando mais motivos
Que possa fazer a minha alma se embriagar
Percebo que nada mais importa se apenas existo
Pois viver para mim, é mergulhar no passado e sonhar

E vou vivendo dessas lembranças nunca fugaz
Que tanto me consomem ao me fazer reviver
Essas saudosas recordações... Que ainda me faz
Sentir os toques suaves e até ousados de você

E até hoje eu ainda não consegui descobrir
O que na realidade ainda me faz sobreviver
Mas penso ser essa ânsia de voltar a sentir
Aquele amor que me abrasava vindo de você

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios