quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Fracassado amor


São três horas da madrugada
E o dia não tarda a nascer
Mais uma noite perdida e ingrata
Pois ela se foi e não trouxe você

E nessa existência nefasta e cruel
Sorvo do cálice até a última gota que resta
E esse sabor tão amargo de puro fel
Ainda se faz sentir no suor da minha testa

E tem sido assim pela minha vida à fora
Já que os meus sonhos o destino soterrou
E eu sei que em qualquer que fosse a hora
Eu não teria como(sozinha) salvar esse amor

Amor... Meu grande, louco e fracassado amor
Que por algum tempo a vida me deu
Em troca me cobriram de tristeza e dor
E tudo me tiraram, nada tenho de meu

Mas tem sido assim a vida nesse mundo
Uns perdem e outros ganham, se tiver
No coração um sentimento profundo
Eu ganhei quando me fizeste tua mulher

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios