segunda-feira, 27 de julho de 2009

Por Você


À Angelica Souza


Por você fiz-me amiga e companheira
Sem pensar que essas minhas qualidades
Fossem para comigo se tornar traiçoeiras
Ofuscando o que julguei ser felicidades

Um dia perdida eu me encontrava
Sem conseguir acreditar em ninguém
Ao meu ver nada se aperfeiçoava
Até que surgiu na minha vida alguém

E foi você Diogo que me fez mudar
Repensando e revendo meus conceitos
E assim conjuguei sem medo o verbo amar
E aos poucos livrei-me dos preconceitos

Com seu jeito alegre e tão verdadeiro
Logo, prisioneiro se fez meu coração
Mas hoje, como num gesto derradeiro
Senti da vida o golpe terrível da traição

Fui traída pelas minhas supostas verdades
Pelo meu amor tão terno e pelos meus carinhos
e a angústia maior que por hora me invade
É por eu achar que preferes ficar sozinho

Fui companheira, fui amiga e me fizeste amada
Mas triste,vejo que nada disto bastou para você
E como fogo, tenho essa existência na alma gravada
E dói saber que tudo que vivemos não poderei esquecer

Diogo, você foi o meu momento maior
A minha mais terna e pura inspiração
E cada detalhe nosso guardei de cor
Alimento sagrado para o meu coração

Aqui registro meu desespero e minha dor
Não importando que sejam sentimentos só meus
Esse, bem sei tem sido o preço desse amor
Que tão cedo dele,você simplesmente esqueceu

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios