domingo, 8 de fevereiro de 2015

ESTOU PRONTA


Nunca na vida me arrependi do que fiz
Mas sempre do tudo que deixei de fazer
E tenho certeza que não foi o que eu quis
Essa vida de vãs esperas e de desprazer
Nunca me julguei perfeita menos ainda boa
Mas todas as vezes percebi de como fui usada
A maioria são lembranças que muito magoa
Pois quase sempre senti minha boa fé abusada
E assim cansei de "dar murro em ponta de faca"
Parto em luta ferrenha para meu último ideal
Que dure semanas, meses, ainda terei a estaca
Que cravarei para sempre num desenlace triunfal
Não terei mais noites mal dormidas ou cansaço
Nem tão pouco contra o inevitável eu lutarei
E essa minha vida de poucos ou muitos embaraços
Tenho por certo que sobre a tumba fria ainda deixarei
As lágrimas que foram derramadas em vão
Foram tantas e eu nunca as consegui reter
Mas serviram para para mostrar ao meu coração
Que você foi mais um que um dia julguei conhecer
Mágoas? na verdade não as guardo, embora já guardei
Tenho hoje a alma leve, embora a vida desbotada,sem cor
Foram tantas pessoas que me amaram e poucas eu amei
Da vida levei muitas pancadas,mas veio de você a maior dor
Estou pronta para a grande viagem por mim tão desejada
Se dúvidas eu tinha, hoje realmente mais nenhuma me resta
Foi bom conhecer cada um de vocês nessa minha jornada
Mas pra mim a estrada tem muitos desníveis, já não presta
Sei que a minha espera muito longa não mais se fará
Pois loucos se bem procurados os encontramos
Dos meus escritos por certo alguém ainda se lembrará
Mas o descanso se encontra quando bem o buscamos

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios