quinta-feira, 8 de abril de 2010

Cicatrizes


Conheci na vida muitos sentimentos
E muito cedo embriaguei-me de paixão
Mas para meu grande descontentamento
Só consegui cicatrizes em meu coração

E me deixei envolver sem nenhuma razão
Pelas ciladas que o destino me preparou
E como em toda história de pura ficção
Todo o brilho que me envolvia se apagou

Nos muitos sentimentos que a vida me deu
Pude viver uma grande e avassaladora paixão
Mas que no tempo o próprio tempo a desvaneceu
Deixando apenas essas cinzas em meu coração

Mas é chegado o tempo da fiel calmaria
E assim, um outro sentimento me ensinou
E trouxe para a minha vida muitas alegrias
Chegando bem vestido,com o uniforme do amor

Mas este também não durou muito tempo
Pois em sua bagagem trouxe consigo o ciúme
O que transformou tudo num grande tormento
E foram muitas lamúrias e grandes queixumes

Até que um dia sem nunca ter sido convidada
Me chegou de mansinho a infeliz da solidão
E já que por você eu não mais era amada
Aceitei-a e livrei-me de uma vez da ilusão

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios