sábado, 31 de dezembro de 2011

Os Anos Se Vão


Hoje, eu acordei outra vez muito triste
É que o inverno da minha vida não passou
E a cada momento ele sempre insiste
Que os bons tempos... Para mim não chegou

O tempo passa... Os anos se vão
E essa tristeza só tende a crescer
Sinto o fechar amargo do meu coração
Por essa ausência sem fim de você

Dizem que o tempo resolve tudo
Essa afirmação não consigo entender
Pois até hoje meu coração permanece mudo
Fechado para tudo que não seja você...

E receio a cada dia que passa
Do meu sonhado momento não acontecer
Pois eu sinto que meus dias têm luz baça
Que não me deixará contemplar você

E então nesse dia quando eu me for
Perceberás o que de fato aconteceu
Morri prisioneira desse louco amor
Mas mesmo assim... Meu amor não morreu

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios