quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Não Importa O Tempo


Á Minha Irmã Georgete

A minha irmã, a Georgete
É uma menina do bem
Com ela a gente se diverte
Pessoas como ela, é raro também

Procura sempre aos outros ajudar
A maldade com ela não tem vez
É uma pessoa digna de se admirar
Dela, passa por longe a insensatez

E sempre que ao telefone nos falamos
Me vem a mente as mais doces lembranças
Daquelas que não importa o passar dos anos
Pois são recordações que nos enche de esperanças

Confesso: O nosso convívio é até muito pouco
Mas também em nada a nossa amizade interfere
E nessa vida agitada e nesse mundo louco
As lembranças, a nos procurar nos impele

E não importa o tempo nem a curta distância
Que ainda temos a nos manter separadas
Ouvi-la, sempre me transporta a nossa infância
E é um sentimento que nos une, mesmo se caladas

A minha irmã Georgete é realmente uma pessoa incomum
Eu diria, um anjo, com palavra amiga a quem precisar
E até hoje não consigo me lembrar de momento algum
Dela ter dado as costas a quem um dia foi lhe procurar

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios