quarta-feira, 4 de março de 2009

Apenas Saudades


À Almira

Bem sei que foi grande a perda
Mas lembre-se apenas dos bons momentos
Pois tenho a certeza que ao recordar
Verás que qualquer que seja o sentimento
Nunca deverás te lamentar
Pelo que já não é mais...
Que ela encontre a paz
Que em vida não foi capaz

Que a tua dor seja amenizada
Pelas lembranças que se farão
E que Deus em sua infinita bondade
Preencha com recordações saudáveis teu coração
E aos poucos suavize teu sofrimento
Pois por maior que seja o descontentamento
Nunca haja motivos para arrependimentos
Que o amor por vocês vivido seja o balsamo da razão

Pois em teu coração puro de mãe
Permaneça das lembranças apenas o amor
Que em vida a ela dedicaste
E com certeza o tempo aliviará essa dor
Que covardemente chegou ao teu coração
Apagando por algum tempo tua emoção
Mas que esta retornará como uma canção
Se abrindo em tua vida como um botão em flor

E um dia ao olhares para trás
Chorando ainda a tua perda amarga
Pensando nos grandes momentos vividos
Sentirás o quanto também foste amada
E serás capaz de lembrar sem chorar
E de continuar amando sem lamentar
E em pensamento sentirás um afagar
Pois a dor em breve será águas passadas

E nesse momento só posso desejar
Que Deus amenize teu sofrimento com brevidade
Pois embora doa, a vida também continua
Mesmo que para agora, nela não aches qualidades
Mas um dia tudo voltará ao normal
E terás por fim num gesto triunfal
Mesmo que seja como num tema banal
Haverás de falar dessa perda apenas com saudades

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios