segunda-feira, 12 de outubro de 2015

Incompleta Caminhada


Foram tantas as vezes em que senti
O peso sem medidas da minha solidão
E hoje parece ter sido pouco o que já vivi
Tamanha é a dor que machuca meu coração

Pensando bem, eu já devia ter me acostumado
Com a falta de amor, de carinho... De atenção
Mas há dias em que o peso parece ser mais socado
Essa pequena atitude, fez-me  ver-te com outra visão

Por que será que nunca compreendem de fato
O que se esconde na tristeza de um olhar?
Todas as verdades como sempre ao mundo as calo
Pois eu sei que muitas delas só faria mesmo magoar

Mais um tempo em minha vida passado e não vivido
Mais situações choradas e em vão por mim reclamadas
Apenas o tempo, esse infeliz e o mais cruel inimigo
Ainda me lembra que falta completar a minha caminhada

Um comentário:

Acordar Sonhando . SOL da Esteva disse...

Um Poema sublime, onde impera tristeza e desilusão.
Gostei.

Abraço
SOL