sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

ASSIM É VOCÊ


Eis que mais uma linda princesa
Também estou a conhecer
Que esta amizade que surge permaneça
pois com certeza vou gostar muito de você

Nas idas e vindas da nossa jornada
Com muitas pessoas nós cruzamos
E muitas por si só já nos agrada
Mesmo que pessoalmente não a conheçamos

Assim é você Kátia minha postiça sobrinha
Pois nesse sorriso perfeito que chama a atenção
Me lembras na verdade uma doce garotinha
Que guarda amor e carinho no coração

Que teus dias minha querida menina
Nesse ano novo que se prenuncia
Seja repleto... Mesmo que que na rotina
De amor, paz, sucesso e muitas alegrias


segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

PAIRA SOBRE MIM


Hoje eu realmente amanheci mais triste que nunca
A boca com um gosto amargo como jamais senti
Na alma uma angustia que em lágrimas abunda
E são sentimentos desencontrados que até hoje vivi

Olho para trás e tudo me parece mais triste
Se olho para dentro de mim um caos descubro
Meu hoje me parece pior do que tudo que existe
Tenho a alma mergulhada num mundo obscuro

Trago em mim as dores que não conheci
E todas as alegrias que nunca experimentei
Ao que parece... Matei dentro de mim o que já vivi
E muito tarde para a vida acordei, nem sei porque despertei

Hoje trago na alma todos os sonhos desfeitos
Na mente o pouco que realizei já não me satisfaz
E eu bem sei que nada na minha vida foi perfeito
Pouco orgulho eu sinto quando olho para trás

Hoje... Me sinto mais saudosa...E bem mais triste
Pouco otimista e  bem menos de tudo orgulhosa
Sentimentos em mim até parece que nem mais existe
Paira sobre mim uma sensação triste... Nebulosa

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

À MINHA FLORZINHA KEL


Você, minha linda florzinha
Numa bela mulher se transformou
Mas sempre que lembro dessa garotinha
Eu percebo quanto tempo já passou

Parece que foi ontem que tudo aconteceu
E sempre revejo esse grande momento
Quando você minha pequena... Nasceu
E foi um grande marco esse acontecimento

Hoje minha princesa é dia de alegria
Mais um aniversário estás a comemorar
E eu desejo para todos os teus dias
Grandes e ricos momentos sem par

Que Deus os teus desejos continue realizando
Quando da vontade dEle, realmente fizerem parte
E que continues com teu jeito a todos nós encantando
Com tua beleza interior e exterior verdadeira obra de arte

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

FELIZ ANIVERSÁRIO CAROL


À MINHA SOBRINHA CAROLLINE GEORGIA

Hoje é uma data  bastante especial
É o aniversário de uma linda menina
Um dia, para muitos realmente banal
Mas não é para essa minha pequenina

Mesmo com os anos se passando
Eu ainda a vejo como uma criança
Ao olhar para trás fico lembrando
Daquele olhar tão cheio de esperanças

Falo de ti minha doce e bela Carol
Hoje completas mais um ano de vida
Que em tua existência esteja aceso o farol
Que  no alicerce da felicidade te convida

Parabéns  Carol, minha sobrinha tão amada
Que em tua vida Deus sempre se faça presente
Que a alegria e o amor permaneça em tua estrada
E que o desgosto em tua jornada sempre seja ausente

Que tuas horas se coroem de plenas realizações
E o sucesso seja o teu eterno perseguidor
Que a tua vida seja plena de boas emoções
E que em ti brilhe sempre a luz do amor



quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

NESSAS RUGAS QUE VEJO


Essas rugas que meu rosto tem marcado
Nunca consigo delas me orgulhar
Pra mim, nunca representaram vitórias
Na verdade, mal pra elas posso olhar
Elas são consequências das noites mal dormidas
Das muitas noites de agonias... noites sofridas
Horas incontáveis de muitas lágrimas vertidas
Lágrimas que apenas entristeceram meu olhar

São essas rugas que têm me mostrado
Que o tempo por mim passou e eu nem percebi
Talvez ocupada demais com o tempo perdido
Por isso penso que nem fui eu que a tudo isso vivi
Na verdade foram muitas noites amargas e frias
Horas de intensas e profundas agonias
Numa razão que me fez perder a razão da alegria
Num mundo obscuro e cruel onde sucumbi

O tempo passou... A tudo resisti sem empáfia
Mas as dores, decepções e tristezas na alma guardei
E do muito que deixei de viver, guardei como mágoa
Pois não tive forças para lutar, apenas me acomodei
Hoje, nessas rugas que vejo, lembro amargurada
De tudo que deixei passar como se fosse um nada
Um nada, perdida nas esquinas dessa vida entediada
Uma vida que pra mim eu nunca sequer cogitei



 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios