sexta-feira, 20 de setembro de 2013

MAIS UM PRESENTE


O tempo rapidamente está passando
E logo, logo um outro presente vou ganhar
Pois o nascimento do Ben está se aproximando
E será mais um presente que eu vou amar

Karen a cada dia está ficando mais linda
É a beleza da maternidade a lhe visitar
A alegria de Moisés e dela é infinda
O que faz nossa ansiedade aumentar

Que Deus lhe conceda uma boa hora
E Ben chegue com saúde é nosso desejo
Pois sei que as demais coisas virá sem demora
Pois o melhor de tudo é o que lhes desejo

Vamos aguardar o tão esperado momento
Em que teremos mais um ser para nos alegrar
Este será para nós mais um grande acontecimento
Até um outro momento que minha família venha aumentar

UM PRESENTE DE DEUS




Nem mesmo nos meus melhores sonhos
Poderia imaginar algo tão  lindo assim...
E enquanto esses versos aqui componho
Penso no presente que Deus mandou pra mim

Primeiro... A minha filha Kellinha
Tão linda... Tão terna e inteligente
E percebo como foi grande a sorte minha
Pois  minhas filhas no amor sempre são presentes

Aí, Deus me presenteia com algo belo e puro
A minha Julinha que de beleza me faz babar
E eu falo a verdade... Não minto... Eu juro
Quando digo... Meu Deus, obrigada por me amar

Pois só explica-se essa ventura que sinto
No amor que Deus por nós tem dedicado
E quando me ponho a pensar até pressinto
De Deus, por nós, o seu zelo e cuidado...

E como boba, constantemente as fico admirando
E sem medo de errar afirmo que minha maior gratidão
É ver que elas têm a Junior, que vive delas cuidando
Com um amor imensurável que ele tem no coração

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

BENDITO SEJA


Hoje a natureza resolveu me presentear

A chuva fina que cai parece embalar meus ais
Depois de um dia de lembranças a me angustiar
Percebo que depende de mim ter algo a mais

Algo mais para refletir após muito pensar

Já que as maldades humanas parecem não ter fim
Fico chocada, a isso, não consigo me acostumar
Só mesmo Deus para se apiedar de mim...

Não suporto a ideia de maus tratos em animais

Nem tão pouco em idosos, deficientes e crianças
peco pela ira e ódio diante desses seres bestiais
Que desconhecem o sentido do amor e esperança

Estou realmente cansada de tantas maldades

Das muitas injustiças e abusos de poder
Pois se repararmos, o mal já vem desde a tenra idade
Não há misericórdia entre esses que cristão dizem ser

Que Deus se apiede e perdoe esses meus pensamentos 

Mas não há como pensar ou querer agir diferente
Os políticos só tendem ao nepotismo e super faturamentos
e uma outra parte das pessoas são más e inclementes

O que nos resta é tão pouco... podem crer

A humanidade perdeu o verdadeiro sentido da vida
Pois se uns lutam pelo bem, estes mesmos podem ver
As inúmeras vezes que suas batalhas são perdidas

Que Deus em sua infinita bondade e misericórdia

Ainda conceda forças para esses que lutam no dia a dia
Na esperança de manterem firmes suas convicções simplórias
Tentando de alguma forma trazer ao mundo um pouco de alegria

Bendito seja cada um desses verdadeiros cristãos

Que sentem no peito esse amor tão grande e incondicional
Quer seja por cada um que sabe ser por Deus um seu irmão
Ou por aquele ser que erroneamente chamamos de animal









sábado, 7 de setembro de 2013

SÓ ASSIM


Num mundo de muita pobreza
Pouca fé e grandes maldades
Num mundo de tanta beleza
De muita ilusão e poucas verdades

Nesse mundo de gente grande
Onde é a cobiça que sempre impera
Reina soberana por alguns instantes
A inocência da criança que espera

Esperando por um momento
Que o amor se sobreponha
Se desfaça o mau encantamento
Vencendo a dignidade e a vergonha

Que se destrua o câncer da corrupção
E finalmente a luta pela honra se coroe
Deixando espaço para os bons de coração
E que ninguém mia se irrite nem se magoe

Que vença sempre o maior
Maior em bondade, em amor
Não queremos apenas o melhor
Queremos que nos livrem de mais dor

Só assim, nesse país  haverá progresso
Riquezas, calmarias  e tudo  mais
Seremos então um povo de sucesso
E por fim seremos uma nação capaz





FELIZ ANIVERSÁRIO MOMÓ


Pela madrugada ao acordar
Senti que estava em falta com alguém
E tinha certeza não ser ausência de orar
Mas porque eu necessitava falar com alguém

E não precisei  fazer rebusca na memória
Pois foi sem demora que eu me lembrei
É aniversário de alguém que compõe minha história
E foi assim que para te homenagear, a escrever comecei

Momó, que Deus em sua infinita misericórdia
Continue traçando a passos infindos tua jornada
E que nesta, haja sempre harmonia, nunca  discórdias
E a glória de Deus sempre se faça presente nessa tua chamada

Feliz aniversário junto  a tua esposa meu genro tão amado
E que os louros pelo teu desprendimento esteja presente
E as bençãos que Deus a vocês tem proporcionado
Sejam em suas vidas constante... E jamais se faça ausente

sexta-feira, 6 de setembro de 2013

AGORA VOCÊ... VIDA!



Os anos foram passando, amargos, cheios de dor
E houve ocasiões em que pensei que ia enlouquecer
Foi  quando o destino de repente na minha vida colocou
Uma pessoa que iria mudar completamente o meu viver

Foram poucas semanas onde eu conheci sem contestar
Tudo o que é necessário na vida de uma mulher
O pai, o amigo, e por fim o amante, para me mostrar
Que tudo é possível quando realmente ainda se quer

Foste como um pai, presente que eu poderia querer,
O amigo de todas as horas que eu podia contar
Depois tive  nos braços o amante imaginário, você
Que foi capaz de meus sentimentos despertar...

Foste o homem completo que um dia na minha vida surgiu
E confesso que por mais que eu tentasse não conseguia entender
Que eras o bem mais caro e precioso que um dia sentiu
Todo o drama que eu não conseguia me livrar, só mesmo esconder

E me mostraste com tua experiência e sabedoria
Que eu ainda poderia  sentir pela vida amor e prazer
E na tua voz encontrei refúgio e bem mais alegria
Nas tuas mensagens o prazer pelo simples querer...

Mas te foste de mim... Assim como chegaste
Mas deixaste um grande aprendizado em minha vida
Por amor te aceitei e com amor me transformaste
E infeliz ou não, me livrei das tristezas e me fiz atrevida

E foi assim que na minha vida essa vida um dia chegou
Me transformando eu agora sei, para o melhor, ainda bem
De saudades ainda sinto o meu peito doer, é que acabou
Mas aqui encerrei o meu quinhão de dor e de prazer também
 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios